Pretendemos continuar a produção de máscaras de tecido, que já estamos fazendo aqui na região da Brasilândia, com costureiras que iniciaram esse projeto voluntariamente, e pagar os serviços delas. E também dos demais trabalhadores envolvidos como cortador, articulação do projeto e divulgação (publicidade), pois todos estamos passando dificuldades financeiras, e assim além de realizar nosso projeto de doações, ainda estaríamos fazendo a economia local girar.

Nós já entregamos mais de 23.000 máscaras para os coletivos que estão realizando doações de cestas básicas na região da Brasilândia e em outras regiões de São Paulo, como a Zona Leste e Zona Sul.

Os benefícios são que a população precisa utilizar máscaras e muitas vezes não tem dinheiro para adquirir, ou mesmo as máscaras que são produzidas são para área da saúde e estão em falta. Então, as doações de máscaras têm como intuito proteger as regiões mais afetadas e mais carentes. Nós também entregaremos um folheto impresso sobre a importância de manter a higiene e sobre educação em Direitos Humanos, e saúde emocional. Este conteúdo é fruto do repositório do Projeto Observatório de Direitos Humanos do NEV - USP. 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now